18 Nov 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Filmes Inspirados em Livros

9 Nov 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

 

Existe de tudo nesse mundo e não seria diferente no universo específico dos livros e da literatura – que nós tanto amamos. Lá, encontramos umas criaturinhas peculiares, chamadas booktubers. Elas vivem no Youtube e, nos seus canais, só falam sobre livros! Isso mesmo: às vezes indicam, outras vezes criticam, outras falam dos personagens, ou seja, são uma opção para quem gosta de ler saber o que esta rolando. Sem falar que são também uma forma da gente poder saber mais e facilitar na escolha dos nossos próximos livros. Mas é bom ressaltar aqui que esses booktubers não são críticos profissionais, são apaixonados por livros e gostam de fazer isso por prazer!

A vida dos booktubers envolve conversar com seus ávidos fãs, dar a sua opinião sobre os livros que leram e, no fundo, incentivar outros milhares por aí a lerem também! Se você acessar alguns desses canais, pode até achar que eles parecem despreocupados e só querem fama. Mas não é tão simples ser um booktuber. Eles precisam, primeiramente, ler muuuuito, tirar um tempinho bom para criar e desenvolver uma resenha super ótima daquele livro que estão lendo e ainda precisam de uma estrutura para produção audiovisual, como uma câmera e saber fazer uma edição da hora e uma vinheta supimpa!

 

Para saber mais sobre esse processo, fomos entrevistar Klébio Damas, do canal Mundo Paralelo. Ele nos disse o seguinte, "Se perceber, no meu canal acho que o diferencial é a espontaneidade e isso é algo que valorizo muito, sempre invento na hora, mas me baseio no roteiro."

 

Alguns desses canais são baseados em apenas uma saga, como o Observatório Potter, que fala exclusivamente sobre Harry Potter e conta com 500.140 inscritos – tem muita gente querendo saber daquele bruxinho, né!? Outros canais, porém, preferem falar sobre diversos livros, de diversas categorias, tanto young adults como clássicos, caso do Mundo Paralelo, marcado por ser engraçado e falar de todos os tipos de livros – hoje, já tem mais de 194 mil seguidores.

 

No mundo dessas criaturinhas peculiares, há uma questão que eles precisam se acostumar: as críticas. Por isso, também perguntamos para o Klébio como ele as recebe: "No começo, eu levava bem a sério e ficava triste de verdade com isso, mas hoje consigo entender e filtrar melhor”. Segundo nosso entrevistado, críticas são bem-vindas, desde que estas sejam lógicas e construtivas. O erro pode ser algo para se estudar e aprimorar. Desta forma, o vídeo de um booktuber sempre vai melhorar. Embora as críticas deixem algumas dessas criaturinhas infelizes, elas ficam bem alegres quando são reconhecidas e convidadas para eventos importantes, como a Bienal do Livro de 2016,

           

Há quem diga que os booktubers tiram o espaço dos críticos literários, mas será mesmo? Concordamos que os críticos profissionais estudaram e tiveram muito trabalho para conseguir o emprego em que estão, mas será que o público que os lê é o mesmo público dos booktubers? Talvez haja espaço para todos! Quando editoras famosas começaram a publicar livros de booktubers, surgiu a dúvida: quantos deles teriam conteúdo para suas próprias obras?

 

Entre ataques e elogios, o lance é que os booktubers estão aí como um verdadeiro fenômeno na internet. Experimente assistir a algum deles e ver qual estilo acha mais legal, que tal? Ou, então, se estiver disposto a falar de literatura, por que não se tornar você também um booktuber? De repente, você já está virando uma dessas criaturinhas!

 

 

 

Please reload

Please reload

Arquivo
Logo-Revista-02.png