18 Nov 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Filmes Inspirados em Livros

9 Nov 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

 

Estava eu ali, perdida na internet, procurando algumas indicações de leitura, quando de repente me chamou a atenção um comentário sobre o livro chamado “A Rapariga do Comboio”. Fiquei intrigada e achando que eu não conhecia a minha própria língua: que diabos significava aquele título? Movida pela curiosidade, acabei descobrindo que estava em português sim, mas no português de Portugal! Ri litros quando vi que, traduzindo para o nosso português, era a “A Garota do Trem”!

Dessa situação cômica, me veio a curiosidade de saber o que leem outros jovens de fora do Brasil que falam português. A partir daí, nasceu esse texto. Pesquisa daqui, faz contato dali, conseguimos falar com a professora Adelina Moura, de Portugal, e o professor Marcos Vence, da Espanha. Isso mesmo, da Espanha: na região da Galiza eles falam galego, que é muito parecido com o nosso português!

Gravamos um vídeo superfofo e enviamos para esses nossos contatos, que repassaram-no para seus alunos, depois nos enviando suas respostinhas! J E assim fomos ver se existia semelhança entre as nossas leituras, cá por terra brasílis, e as dos adolescentes de além-mar.

Me pareceu que a leitura do outro lado do oceano é bastante diversificada.  O português Bruno disse adorar o livro “O rapaz de bronze”, da escritora lusitana Sophia de Mello Breyner Andresen. Já o Miguel disse adorar “Diário de um Banana”, do autor americano Jeff Kinney. Entre esses e outros exemplos, percebemos uma pegada meio globalizada de preferências literárias, com a leitura de best-sellers internacionais. Porém, também percebemos que estes dividem as atenções com os escritores portugueses.

Em uma segunda tentativa de ver nossas semelhanças e diferenças, resolvi checar os livros mais lidos em Portugal e no Brasil. Com essas listas em mãos, achei os rankings bem parecidos, apesar das posições de vendas serem diferentes. Aquele mesmo “A garota do Trem”, da escritora britânica Paula Hawkins, em 2015 ficou em 20° lugar no Brasil, na 2º colocação na Espanha e em 1° lugar entre os mais vendidos em Portugal.

Não há autores brasileiros na lista dos mais vendidos em Portugal, da mesma forma que não existem autores portugueses na lista dos mais vendidos no Brasil. E na prática o que vi foi bem isso mesmo. Quando perguntamos para nossos colegas lusitanos se eles conheciam autores brasileiros, com uma certa dificuldade ouvimos os nomes de Jorge Amado, José Moura de Vasconcelos e Paulo Coelho. E comigo não foi diferente. Quando os miúdos portugueses citaram Fernando Pessoa e Sophia de Melo Breyner, eu pensei: Sophia quem? Não fazia ideia de quem era!

Para ser sincera, acho que até mesmo nós brasileiros não conhecemos muito nossos autores, apenas aqueles mencionados na escola, como Machado de Assis, Guimarães Rosa e segue a lista! Na real, vejo que já passamos do ponto de sair dessa zona de conforto de livros americanos, para conhecermos outras culturas ou até mesmo explorar mais a nossa! 

 

 

Please reload

Please reload

Arquivo
Logo-Revista-02.png