30 Oct 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Filmes Inspirados em Livros

9 Nov 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

As provações de Apolo – O Oráculo Perdido

 

“Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus.   O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão. Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.”

 

          12 anos e 14 livros atrás, fruto da mistura de humanos com deuses gregos, nasce a história de Percy Jackson. O Oráculo Perdido, mais novo livro da nova e última saga de Rick Riordan conta outra aventura envolvendo os deuses, suas proles e seu contato com o mundo moderno. Desta vez, na ousadíssima punição de Apolo, o autor consegue arrancar mais risadas do que em todos os seus livros anteriores! Um misto de realidade e ficção, com um ar de mistério e não tem como não ficar presa ao livro.

          A história começa com algo de muito errado acontecendo no Acampamento Meio-- Sangue. Forças malignas misteriosas unidas a profecias antigas importunam os meios-sangues, ou seja, tudo conspirando a favor do caos. Neste cenário, quando Apolo é trazido para terra, parece ser a solução para todos os problemas. Porém, o que ninguém contava é que Zeus magicamente deixou seu filho vulnerável. Para ajudar, Apolo não sabe o que fez nos últimos seis meses, já que todas as suas memórias estão nebulosas. Perdido em um beco sujo, Apolo acaba sendo salvo por uma semideusa estranha e esquecida nas ruas de Nova York, chamada Meg.

          Neste trecho do livro, já não dava para resistir. Uma semideusa muito poderosa, esquecida nas vielas mais sujas da cidade? A minha indignação cresceu e desde o princípio acreditava que algo errado aconteceria envolvendo Meg e Apolo. A tão esperada volta do melhor herói olimpiano vem com gostinho de ironia e sarcasmo, dignos do Deus mais esnobe de todos!

          Com uma narrativa cativante e animada, o bom humor e a coragem de Apolo dão continuidade à série de Riordan da melhor forma possível! Em meio a tantas aventuras, posso afirmar: Se você já gosta das sagas de Rick Riordan, é uma ótima maneira para matar a saudade! E se ainda não leu, está esperando o quê?

 

Please reload

Please reload

Arquivo
Logo-Revista-02.png