30 Oct 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Filmes Inspirados em Livros

9 Nov 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

 

“Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo, por mais impossível que pareça, ainda podem estar vivas.” (trecho extraído do livro)

 

 

 

         Toda paixão por qualquer livro começa pela capa. E neste caso cabe um velho ditado: “Nunca julgue um livro pela capa.” Fazendo uma união de realidade, fantasia e mistério, a minha escolha de leitura para o mês de julho me surpreendeu!

 

 

 

        O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, do autor Ranson Riggs, começa contando um pouco da história de Jacob, sobre sua infância ao lado do seu avô, Abraham. Dono de histórias cheias de aventuras heroicas, Abraham conquista a atenção do neto. As histórias sempre envolviam sua infância turbulenta como criança fugitiva da 2º Guerra Mundial e a convivência dele com crianças extraordinárias no orfanato que vivia, o tão falado lar da Srta. Peregrine.

        No entanto, a vida de Jacob de nada se parece com a do avô. Sendo um garoto rico, vive bem, trabalhando nos negócios da família. Desde que atingiu a adolescência, Jacob se mostrava descrente à real existência das tão estranhas crianças que seu avô descrevia nas histórias. Mas quando seu avô tem uma misteriosa morte, envolvendo uma criatura peculiar, o discurso de Jacob cai por terra e agora, mais do que nunca, ele quer provar que essas criaturas existem.

        E então, cheio de perguntas sobre o passado, Jacob embarca em uma viagem louca para o orfanato que seu avô foi criado, em busca de respostas. E eis então, o ponto mais lamentável da história. O fato de termos uma continuação e não um volume único me entristece. A tão falada Srta. Peregrine, as aventuras e mistérios continuam sendo mistérios. A sensação é de ter começado a ler um livro que foi deixado pela metade, um exemplar que veio com as últimas páginas faltando!

 

 

 

        Ao findar do livro, apesar de ter adorado a história e me deliciar com a leitura, garanto-lhes que não saio desta leitura totalmente realizada. Partes da história que pensava antes serem mais detalhadas, tampouco foram faladas dando lugar a algumas reviravoltas previsíveis.

        Adianto porém, que sendo uma nata leitora de séries fantasiosas e extravagantes, gostei do livro, mas admito que houve muita superficialidade em algumas personagens que ao meu ver, mereciam mais engajamento.

        Eis então que vai ao cinema uma adaptação da obra, que tampouco valoriza o livro. Os leitores que eram jovens, passam a ser espectadores mirins, perdendo a pegada adulta e jovial para dar lugar a histórias previsíveis e infantilizadas.

         E para finalizar sem mais rodeios, indico o livro sim! Mas para amantes de sagas com suspense, realidade e até romance. As gravuras são sem dúvida, a parte mais trabalhada do livro e te deixará de ‘cabelo em pé’.

 

Please reload

Please reload

Arquivo
Logo-Revista-02.png