18 Nov 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Filmes Inspirados em Livros

9 Nov 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

O poder da palavra falada

 

 

No bate papo com Jessica Balbino e Michel Yakini, eles trouxeram um assunto de muita importância: arte na periferia. A jornalista mediou o encontro com o escritor, poeta e rapper na Flipoços, após a apresentação do Slam da ZS de Poços de Caldas, com os alunos da escola Padrão. O Slam é um competição de apresentações de poesias recitadas, normalmente originais, que contribui na auto representação de minorias, como mulheres, negros, lésbicas e gays e moradores das periferias em geral. 

 

Michel Yakini veio da produção do fanzine e depois foi para poesia falada, mais tarde indo para versos e diálogos. Conta do poder da palavra falada, de como ecoa e se espalha. Fundador do Sarau Elo da Corrente , ele criou um espaço de literatura na periferia, nas palavras do rapper, um local de cura, onde todos podem participar quebrando o estereótipo de que o escritor é uma pessoa inalcançável, podendo ser qualquer um. O sarau gira, movimenta com a vontade que desperta em outras pessoas de fora para falar.  

 

Lançando o livro “Amanhã quero ser vento”, o romance conta a história de Manandí, que rompe com as amarras de sua vida familiar em uma pequena cidade e parte para a metrópole, onde enfrenta as durezas da vida na periferia. Michel conta que seus personagens tem uma mistura de pessoas reais, com um pouco de histórias escutadas pelas ruas. Ele diz que escrever um romance é um desafio, pois cada leitor tem sua entonação e interpretação nas metáforas, e também que é uma prosa para ser brincada.O livro usa o fato de não representar apenas uma só comunidade, e sim todas as periferias espalhadas por aí, podendo alcançar um maior número de pessoas possível. 

Ao decorrer do bate papo, nós gostamos do jeito deles, como são abertos ao público, engajados em projetos sociais e culturais, fazendo a poesia fluir inspirando todos que estavam assistindo e mostrando que a arte vem na contramão do que a norma diz. 

 


 

Please reload

Please reload

Arquivo
Logo-Revista-02.png