18 Nov 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Filmes Inspirados em Livros

9 Nov 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

Cowboys sem fronteiras

18 Sep 2019

 

 

Faroeste, “western”, ou simplesmente Velho Oeste, é sem dúvida um dos gêneros da ficção mais cultuados de todos os tempos. Chega a ser estranho pensar que “apenas” um período histórico tenha gerado tantas narrativas e mitos. Não temos, por exemplo, um gênero “Grécia Antiga” ou “Revolução Francesa”, por mais grandiosas que essas épocas possam ter sido. O diferencial do Faroeste é percebido quando procuramos por obras “estrangeiras” sobre o tema. 

 

As produções norte-americanas sobre suas próprias épocas costumavam ser repletas de glórias, conquistas e sobre um suposto ideal de “sonho americano”. Acontece que o Faroeste rapidamente tornou-se o queridinho dos patriotas lá de cima, pois foi quando os Estados Unidos teve em posse territórios novos, principalmente provenientes do México. O governo começou a pagar para quem procurasse ouro nessas “terras sem lei”, justamente para onde os povos indígenas tinham recuado após o surgimento das 13 Colônias ao leste. 

 

Então era isso, o cenário de Faroeste foi estabelecido, cidades pequenas começaram a surgir perto das mineradoras. Devido a distância dos centros urbanos do noroeste, praticar crimes tornou-se muito mais fácil e foi necessário armar os proprietários de terra e os donos de gado, os famosos cowboys. O governo acabou, por fim, instituindo os xerifes e os texas rangers para tentar controlar a zona rural que estava se formando. Eventualmente a industrialização chegou no lugar, com as locomotivas. E figuras como Billy The Kid e Buffalo Bill foram suficientes para idealizar a figura do herói e do vilão, nascendo assim a primeiras histórias. 

 

Filmes, quadrinhos e livros chegaram a todo vapor depois desta época. Homens destemidos lutando contra povos indígenas malignos, roubando trens, explodindo lugares, duelando contra quem quisesse, e ainda tinham escravos felizes com a própria condição. Tudo uma farsa, uma maquiagem para esconder um dos piores momentos da história dos Estados Unidos.