30 Oct 2019

Please reload

Posts Recentes

5 Filmes Inspirados em Livros

9 Nov 2017

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

Elas na Literatura: J. K. Rowling

 

 

Confesso estar um tanto empolgada com a escritora de hoje, visto que ela é simplesmente a autora da minha saga favorita. Ao mesmo tempo sinto certo medo de não conseguir expressar toda a sua grandeza e força. Ela marcou várias gerações com suas histórias – literalmente – repletas de magia. Além da sua escrita invejável e da sua infinita criatividade, o que mais cativa na história desta mulher incrível é a sua trajetória de vida. O caminho até o sucesso não foi fácil, mas atualmente não há quem não conheça J. K. Rowling. 

 

A escritora de origem britânica Joanne Kathleen Rowling nasceu na cidade de Yate, na Inglaterra, em 31 de julho de 1965. Desde cedo o gosto pelos livros fazia parte da vida da autora e não demorou até que fosse despertado nela o desejo de ser uma escritora. Quando menina, Joanne nutria um amor incondicional por seus avós paternos, a sua avó Kathleen Ada Bylgen Rowling faleceu quando ela tinha apenas 9 anos. Assim, como uma homenagem, a autora adota seu nome representado pela letra “K” como complemento em seu nome artístico – J. K. Rowling.

 

J. K. cursou Língua e Literatura Francesa na Universidade de Exeter, e, após sua graduação, ela deu sequência em sua formação na capital francesa, permanecendo lá durante o período de um ano. Quando retornou à Inglaterra trabalhou durante um tempo na Anistia Internacional em Londres, atuando nos cargos de secretária bilíngue e investigadora. No entanto, o seu sonho de escrever falou mais alto e a autora abandonou seu cargo mudando-se para Portugal em 1991. 

 

Em Portugal ela dava aulas de Inglês à tarde e à noite, pela manhã se dedicava a escrever nas mesas dos cafés do Porto, lugar onde permaneceu durante cinco anos. Assim, a autora deu início a sua trajetória literária, criando o primeiro livro de sua saga. Entretanto, o primeiro livro de Harry Potter só foi concluído após o seu divórcio com o português Jorge Arantes. Rowling se mudou com a sua filha para Edimburgo, na Escócia.

 

Foi uma longa jornada até que “Harry Potter e a Pedra Filosofal” fosse aceito no mercado editorial. A escritora teve que, praticamente, realizar um “tour” por diversas editoras. Em 1994 ela passou por um período extremo de dificuldades financeiras e um estado depressivo. No entanto, o grupo Bloomsbury decidiu lançar sua primeira obra como mais uma na galeria da literatura infantil. Quando o seu livro foi enfim publicado em junho de 1997, Joanne ministrava aulas de francês. O sucesso de Harry Potter foi instantâneo e trouxe consigo os primeiros prêmios no campo dos livros para crianças. 

 

A cada novo volume da saga os fãs aumentavam, especialmente quando os livros foram transformados em filmes – em 2001 – ampliando ainda mais as vendas dos livros. A euforia e ansiedade dos leitores eram tão ávidas que Rowling teve que ceder às suas pressões e antecipar o lançamento do segundo volume da série, Harry Potter e a Câmara Secreta, de setembro para junho de 1999. A terceira parte – Harry Potter e o Prisioneiro de Azkabam – foi publicada neste mesmo ano no mês de setembro, rendendo à escritora ainda mais prêmios e sucesso. Em 2000, Rowling publicou Harry Potter e o Cálice de Fogo e negociou seus direitos literários com uma empresa cinematográfica muito famosa, cedendo assim, os primeiros volumes para lançamento nos cinemas. 

 

Posteriormente foram lançados Harry Potter e a Ordem da Fênix (2003), Harry Potter e Enigma do Príncipe (2005) e Harry Potter e as Relíquias da Morte (2007). Atualmente, J. K. Rowling é a escritora mais poderosa do mundo e sua fortuna é utilizada na luta contra doenças, desigualdade e miséria no mundo.  Seu conjunto de obras já foi traduzido em sessenta e quatro idiomas, e em 2004 ela foi considerada, pela revista Forbes, como a primeira criadora literária a conquistar bilhões de dólares com esta atividade. 

 

Mas o fato é, que o mundo mágico criado por Rowling fez parte da infância e da adolescência de muitas pessoas ao redor do mundo. As lições trazidas por ela em seus livros são ligadas à amizade, lealdade e igualdade. Neste sentido, é impossível não se encantar com a história dos seus livros e a história de vida de uma mulher que sofreu muito, mas nunca deixou de acreditar nos seus sonhos. 

 

Please reload

Please reload

Arquivo
Logo-Revista-02.png